"São caminhos de solidão, onde cabe a paisagem que nos faz sonhar. Sonhar com um percurso povoado de paz mas também do labor que era a agitação. De tempos passados sobrou o silêncio que se ouve, magoa e é alimento da nossa saudade." Prefácio escrito por Maria Fernanda (minha mãe)
Quinta-feira, 22 de Novembro de 2007

Vila Nova de Milfontes

"Vila Nova de Milfontes é uma das mais importantes freguesias do concelho de Odemira.
Será, de certeza, a mais conhecida de todas. Situada na parte norte do concelho, é famosa pelas belas praias que existem no seu termo, e às quais acorrem anualmente milhares de turistas. Encontra-se na foz do rio Mira, a cerca de vinte e sete quilómetros de Odemira, para noroeste, e a quinze do Cabo Sardão.

É uma das mais conhecidas freguesias deste concelho,conhecida pela "Princesa do Alentejo ", pelo seu encanto e beleza que a envolvem. É também uma das mais antigas localidades do concelho. Ao contrário do que muitos poderiam pensar, a sua história e a sua “alma”, digamos assim, não se limitam a um conjunto de praias de grande reputação e muito frequentado nos meses do estio.

Pelo contrário, desde cedo que o homem primitivo conheceu e apreciou as qualidades geográficas desta porção de território, também ele “à beira-mar plantado”.

Milfontes é uma designação geográfica, muito antiga em Portugal. Significa exactamente aquilo que parece significar, ou seja, uma grande quantidade de fontes, que com uma certa dose de exagero se poderia fixar em mil.
Ana Barbosa e Leonor Briz, em “Viagens na Nossa Terra”, descrevem a sua visita à freguesia: “Vila Nova de Milfontes presta-se a um passeio a pé: a zona da beira-rio, desde a igreja e fortaleza até à foz, é a mais bem conservada e agradável; por outro lado, e sobretudo de Verão, as ruas estreitas não dão vazão a tanto trânsito, e os engarrafamentos sucedem-se.

Seguindo na direcção da foz, algumas dezenas de metros após a fortaleza, corte para uma rua bem marcada à direita e siga sempre o caminho principal. Cerca de dois quilómetros depois, sobre a esquerda, encontrará o pitoresco porto das Barcas, com alguns restaurantes no alto da arriba.

Milfontes é uma terra de pescadores. Nas suas águas abunda o pargo, a corvina, o sarrajão, o sável, a pescada, a cavala, a dourada, a abrótea, o linguado, a boga, a sardinha, a moreia, não faltando também o marisco – o polvo, a ostra, os perseves, a ameijoa, o mexilhão

Nas rochas negras que emergem junto à costa moram bandos de gaivotas e corvos-marinhos e na lota, que acontece todos os dias às 9 da manhã e às 4 da tarde, há peixe fresco e variado: safio, sargo, salmonete, linguado, robalo, dourada.

Deixe Milfontes e tome a direcção de Lagos, passando o viaduto sobre o Mira, que lhe dará uma nova visão de conjunto do casario de Milfontes na margem direita. Após a subida, não deixe escapar um ramal à direita com a indicação “Furnas”. Se a meio cortar à esquerda, seguirá por uma pista de terras bem visível que o conduzirá às Furnas. São pequenas praias entre arribas com acesso, quer de carro, quer a pé, cada vez mais problemático à medida que se caminha para a foz.”

Fundada por decreto real de D. João II em 1486, Vila Nova de Milfontes foi concelho, agregado posteriormente a Odemira, por altura das reformas administrativas do século XIX.

A vila cresceu junto da foz do Rio Mira, desenvolvendo-se a partir do porto fluvio-marítimo, tendo durante vários séculos constituído mesmo um ante-porto de Odemira.

A vila teve durante séculos uma história atribulada, perante os perigos vindos do mar: a pirataria e o corso. Episódio de registo foi em 1590, quando um poderoso ataque de corsários destruiu a povoação. Perante a necessidade de segurança da vila e da navegação, foi construído o Forte de São Clemente,entre 1599 e 1602, no tempo do Rei D. Filipe II.

Vila Nova de Milfontes está ligada ao grande feito da aviação portuguesa que foi a primeira travessia área entre Portugal e Macau, realizada por Brito Paes e Sarmento Beires. Foi a 7 de Abril de 1924 que os pilotos partiram do Campo dos Coitos, junto a Milfontes, rumo ao Oriente.
Em homenagem aos aviadores e ao seu feito histórico, foi erguido na Praça da Barbacã, junto ao Forte, um monumento que recorda a heróica viagem.
Note-se que o Comandante Brito Paes era natural do concelho, mais concretamente de Colos." (1)














Do lado de lá as Furnas.
















Subindo a avenida, a rotunda, o Farol, onde o olhar tudo abarca.



Forte de São Clemente

"O Forte de São Clemente, também conhecido como Castelo de Vila Nova de Milfontes ou simplesmente Forte de Milfontes ou ainda Castelo de Milfontes, localiza-se na povoação e freguesia de Vila Nova de Milfontes, concelho de Odemira, distrito de Beja, em Portugal.
Erguido em posição dominante sobre a vila piscatória, na margem direita da foz do rio Mira, tinha a função de proteção do seu porto e o acesso a Odemira das incursões de piratas oriundos do Norte d'África." (2)








Castelo de Vila Nova de Milfontes (3)


(1)

(1)

(1)


Portinho do Canal:

Numa das extremidades de Milfontes, onde a terra acaba e o mar começa....
















































(1)Fonte: Odemiropedia

(2) Fonte: Wikipédia

(3) Fonte: Alentejo Adventures
Publicado por Anamel às 23:30

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Procura a tua viagem..

 

Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
24
25
26
27
28
29

Viagens recentes..

Pousada de Santa Clara-a-...

Barragem de Santa Clara -...

Barragem de Santa Clara -...

Barragem de Santa Clara

Santa Clara-a-Velha - Sli...

Santa Clara-a-Velha

Vila Nova de Milfontes - ...

Vila Nova de Milfontes - ...

Vila Nova de Milfontes

Ilha do Pessegueiro - Fot...

Viagens

Novembro 2007

tags

barragem de santa clara-a-velha(3)

castelo de vila nova de milfontes(1)

fotografia(7)

ilha do pessegueiro(3)

lenda de odemira(1)

mapa de odemira(1)

odemira(4)

pousada de santa clara-a-velha(1)

santa clara-a-velha(2)

slideshow(5)

video(4)

vila nova de milfontes(3)

todas as tags

Favoritos

'I dreamed a dream' - Gle...

'Don't stop believing' (S...

Fica com a menina..

'Tento saber' - Nuno Guer...

'Ballade pour Adeline' - ...

'Into the night' - Carlos...

Descubram-me no abrigo das palavras

blogs SAPO

Subscrever feeds